Meus Livros
Sobre astronautas

O primeiro contato humano com vida extraterrestre não foi uma invasão, pelo contrário. Quando os astronautas, depois de comprovarem que era possível viajar anos-luz em minutos-sombra, pousaram no pequeno planeta esverdeado e se depararam com uma civilização perfeita, em harmonia com o mundo e entre seus trilhões de habitantes.
Todos vieram com curiosidade, os nativos daquela terra. Observaram o homem e o homem os observou.
Isto sim, o astronauta disse, isto sim é um passo para a humanidade.

— e.lisitsa

Eu olhei nos olhos dela
e eles refletiram os meus
e os meus refletiram ela
e eu entendi o infinito.

Sobre espelhos

— e.lisitsa

Sobre situações

Uma situação nebulosa

Você por perto

Eu supernova

— e.lisitsa

Sobre cortes

Dessas vezes em que dói mais cortar o silêncio do que a própria pele.

Sobre telefones

Somos telefone sem carregador, tentando aproveitar ao máximo enquanto a bateria rapidamente se aproxima do zero

— e.lisitsa

Seu pai sempre afirmava não conseguir dormir. Quando ela era criança, ele explicou que girava de um lado para o outro na cama, e o movimento acelerava o cérebro.
Não é que faz sentido? — ela pensou. Sem nunca antes ter dificuldades em cair no sono, ela não conseguia mais frear seus pensamentos. É que a cama não tinha todo esse tamanho, e com duas pessoas nela era impossível se mexer tanto.

Vidas inacabadas #73

— e.lisitsa

demilhodiz replied to your post: “Enquanto isso, a realidade senti…

Enquanto sentia, minha realidade era alegria.

Obrigado pela contribuição :)

Enquanto isso, a realidade sentia ciúmes.
Seis palavras
Sobre árvores

De longe, os fogos de artifício eram apenas copas de árvores coloridas, no segundo em que existiram. As folhas caíram, se apagaram na noite, e a árvore morreu. Frágil e instantânea como a vida.
O som veio depois, e eu fui o único ouvinte.

— e.lisitsa

Passa amanhã
Passa a manhã
E você não passa

blog comments powered by Disqus
Theme Urban v3 by Max Davis